quinta-feira, julho 03, 2014

Shine bright like a toilet in Thailand


Ainda em construção, e tendo recentemente sofrido pequenas mazelas com o terramoto de 5 de Maio deste ano, O White Temple ou Wat Rong Khun é uma homenagem do arquitecto e artista plástico Chalermchai Kositpipat ao Rei Rama IX ( o actual chefe de estado tailandês) pelo seu contributo para os estudos do artista, sem o qual dificilmente se teria tornado no arquitecto que é hoje.

A ponte exterior que se atravessa até à entrada do templo, simboliza o inferno e o caminho que temos de percorrer até chegarmos ao paraíso, pelo que nunca devemos fazer o percurso no sentido inverso.

Dentro do White Temple encontramos imagens de guerras, do ataque de 11 de Setembro, entre outras provações humanas, seguidas de imagens de super-heróis como que perguntando onde estão os super-heróis quando mais precisamos deles.
As imagens de pessoas de diferentes raças representam a salvação da humanidade, a qual só será possível se aprendermos a viver todos juntos em harmonia. "A discórdia é o grande mal do género humano e a tolerância o seu único remédio", ja dizia Voltaire.
(Não é possível fotografar dentro do templo, pelo que nos vos posso mostrar o seu interior).

Mas a atracção que achei mais curiosa nesta visita ao White Temple foi este edifício:




E perguntam vocês: mais um templo tailandês?
Nada disso! É mesmo uma casa de banho pública.
Conhecida como The Gold Toilet of the White Temple, construída à esquerda do mesmo.
Toda forrada a folha de ouro, pintada a ouro e decorada com pedaços de vidro dourado (pelo menos pelo que me foi dito). Com pormenores excêntricos e dignos de um local de oração e contemplação.
A ideia do artista é estabelecer uma comparação com o ser humano. Qualquer coisa como: por muito requintado, polido e brilhante que alguém seja por fora, por dentro pode não passar de uma simples casa de banho!
E para entender à letra o que a obra pretende transmitir, nada como experimentar aliviarmo-nos em tão luxuosa wc.
Spoiler Alert: por dentro, não passa de uma normal casa-de-banho de loiças e azulejos brancos. Nada de ouro, nada de ramagens trabalhadas e excentricas, nada de arquitectura tailandesa. Uma simples casa de banho branca, como em qualquer outra parte do mundo.
As aparências iludem, já todos sabemos. Mas nunca é demais lembrá-lo e esta pequena maravilha fica para a posteridade, apesar de mitas vezes continuarmos a ignorar a lição. Qual de nós não cometeu já o mesmo erro?
Mas sem dúvida, a mais bela, interessante e útil casa de banho onde já estive!

1 comentário:

  1. Muito bom! Adorei! Infelizmente nunca estive na Tailândia... Muitos dos lugares que falo nunca estive, faço pesquisas sobres os lugares e algumas curiosidades :) Só estive alguns dos lugares que já falei no blog. :)

    ResponderEliminar

Diz o que te vai na alma