quarta-feira, novembro 26, 2014

Enfiem-lhe uma máscara de ferro e esqueçam que ele existe!

Tenho resistido a gozar, comentar, filosofar acerca destes acontecimentos relacionados com José Sócrates.

Tenho lido algumas coisas acertadas e outras bastante absurdas, como por exemplo "pena de morte, sem comtemplações".  Esquece o/a comentador/a que não existe pena de morte em Portugal, e, mesmo que ouvesse, duvido que corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais fizessem parte dos crimes puníveis com tal pena.

Ele há comentários para todos os gostos. Desde os adeptos fervorosos aos cães raivosos. Descobri esta manhã, por exemplo, uma página comunitária de apoio à libertação do ex-primeiro ministro (aqui ) . Viva a Democracia!

Já li que tudo o que lhe está acontecer é merecido, outros que defendem que um ex-governante deveria ter tido outro tratamento, outros ainda defendem que tudo isto é um conluio por parte do governo para "entalar" António Costa ou até para desviar as atenções do caso dos Vistos Gold, outros que alegam uma encenação dos media, outros ainda protestam que o juíz Carlos Alexandre tem em mãos demasiados processos de extrema complexidade e que significa demasiado poder e responsabilidade concentrados numa única pessoa... Whatever!

Já o rol de piadas acerca de José Sócrates não tem fim à vista. Algumas bastante inteligentes, outras nem por isso. É natural que, depois de tanto tempo a gozar com a nossa cara, o povo pague na mesma moeda. Até porque, normalmente, quem ri por último ri melhor.

Mas o que eu queria mesmo era ver-me livre deste senhor, e a modos que não consigo. Já quando foi substituído e fez as malas recto a Paris, pensei que me livraria da personagem, mas enganei-me. O seu regresso ao país e à nossa RTP deixou-me perplexa. Recusei-me a ver/ouvir qualquer comentário feito nesse tempo de antena, e espantava-me que ainda houvesse quem lhe desse ouvidos.

Desde a história da detenção, não há por onde fugir, levamos com Sócrates 24horas por dia. Já não há paciência! Graças a Deus que ontem houve Liga dos Campeões, graças a Deus que hoje à Benfica!

Em vez de o enviar para Évora, e o pessoal andar por lá a tirar selfies à porta do estabelecimento prisional, mandem-no de volta para França. Levem-no para a ilha de Santa Margarida (ali junto a Cannes), enfiem-lhe uma máscara de ferro e esqueçam que ele existe, pelo menos até ao julgamento.

Já o estou a imaginar a dar cabeçadas na parede da cela, repetindo para si mesmo "devia ter ido para a Venezuela, devia ter ido para a Venezuela, devia ter ido para a Venezuela".






"Se a morte fosse mesmo o fim de tudo, seria isso um óptimo negócio para os perversos, pois ao morrer teriam canceladas todas as maldades, não apenas do seu corpo mas também da sua alma." 
Sócrates, o ateniense




segunda-feira, novembro 24, 2014

Vamos lá chamar os nomes às coisas!

Beleza (s.f), segundo o dicionário Priberam, define-se como "uma perfeição agradável à vista e que cativa o espírito; pessoa formosa".

Por muito que achemos que um concurso de beleza é fútil, porque se dá maior relevância aos atributos físicos do que aos dotes intelectuais, a verdade é que se trata de um concurso de beleza.

Sim, é suposto uma Miss Mundo ter o mínimo de conhecimentos de cultura geral, mas neste tipo de eventos o que se quer é que seja gira à brava! Um espanto de mulher! Daquelas com as medidas todas no sítio, que parecem pintadas pela mão de Miguel Ângelo, e que nos faça pensar "custava muito aos meus paizinhos terem-me feito assim tão gira e boa, custava?" ou que nos dê vontade de lhe chamar nomes feios tipo "nojenta de boa".

Aquilo não é um concurso de QI, de leitura, de avaliação de conhecimentos, é um con-cur-so-de-be-le-za.

Neste Miss Mundo Muçulmano 2014, título conquistado pela tunisina Fatma Ben Guefrache, avalia-se a beleza e a "capacidade para recitar os versos do Alcorão"! Ora, lamento, mas isto não é um concurso de beleza.

Deviam chamar-lhe "Miss relativamente gira de cara, porque o resto do corpo não dá para ver, e com capacidade para decorar versos do Alcorão", e deixavam participar qualquer miúda (muçulmana ou não) que soubesse algumas partes do Alcorão de cor, permitindo que o relógio em ouro (um dos prémios do concurso) estivesse ao alcance de quem reunisse esses atributos independentemente das suas crenças. Isso é que era uma estalada sem mãos que o Islão dava ao resto do mundo, demonstrando uma enorme tolerância para com as outras religiões.

Um pouco à semelhança do que acontece com o recrutamento para a causa jihadista: desde que mudes o nome de Fábio, Sandro, Celso ou Manel para qualquer coisa como Abdu, e que estejas disposto a decapitar ocidentais, tás recrutado! 

Notícia do DN aqui.






sábado, novembro 22, 2014

A Fé é como a opinião, cada um fica com a sua!

Não faças isso Jim!
Eh pá, não!

Sabes que gosto de ti à brava! Fosses tu 15 anos mais novo e serias com certeza o meu preferido para fazer de Christian Grey no cinema.

Sim, eu sei que sentiste um chamamento quando interpretaste Jesus Cristo, que te saiu do corpo algum do sofrimento pelo qual o grande JC passou, que és feliz e agradecido por Deus e com Deus. Sabes que me apaixonei pela tua entrega a esse Jesus!

Adoro que sejas um homem bom, um homem de fé e de convicções, mas quando te dá a pancada de evangelizar o mundo ninguém te aguenta! Cansas-me com esse discurso estilo Testemunha de Jeová, homem!

Ok, não precisas de ser um mauzão vingativo como o Conde de Monte Cristo, bastava ficares-te pelo John Reese. Podes perfeitamente viver segundo as tuas crenças e praticar o bem sem maçar os outros!

A Fé é como a Opinião, cada um fica com a sua!









quinta-feira, novembro 20, 2014

Lumbersexual, que é como quem diz, o lenhador-barbudo!

Homens que me lêem, dos macho-conservadores aos metrossexuais e spornossexuais deste mundo, segundo as mais recentes dicas da imprensa de moda, o que está a dar agora é ser o lenhador-barbudo com um look super-hiper-mega-sexy de tão despreocupado e tou-nem-aí que é! E também tem nome, chama-se ser Lumbersexual!
Vejam no Link como trajar a rigor:



Atenção! Fashion Alert: barba não é para todos!!!

E agora pergunto eu, senhores da moda, porque é que não há este tipo de denominação para as ladies? Eu gostava à brava de ter um modelo a seguir! Qualquer coisa como:

-Kardashianossexuais (as que partilham fotos de atributos físicos online);
-voluntariossexuais (quando não estão a fazer voluntariado, estão a pensar nisso);
-shoppingsexuais (as eternas viciadas em compras);
-casadossegredossexuais (com um QI equivalente ao de um concorrente da casa dos segredos);
-tattoossexuais (as que estão na onda das tatuagens);
-futebolossexuais (as que atraem os homens por gostarem de bola e de coisas de tipicamente masculinas)
and so on and do forth...

Vá pensem lá nisso, que o mundo feminino está a "ressacar" por um role model!








terça-feira, novembro 18, 2014

E se neste Natal tivesse um amigo secreto que lhe enviasse um postal?

Chama-se Polar Post Crossing2014, e é uma iniciativa do Blog Quadripolaridades, imbuída de espírito natalício.

Semelhante ao Pen Pal, o objectivo é a troca de postais de Natal, com um "amigo secreto" inscrito no Quadripolaridades, via correio normal (postais de Natal à séria). Nada de postais electrónicos!

Como a autora do Quadripolaridades menciona, a ideia é " fazer alguém  sorrir ao abrir a caixa do correio pelo menos uma vez no ano".

As regras são simples, vejam aqui!

segunda-feira, novembro 17, 2014

Bucket List da Limonada!

À semelhança dos enormes Morgan Freeman e Jack Nicholson no filme The Bucket List, há uns tempos meti na cabeça que haveria de listar as coisas que gostaria de fazer antes de abandonar este mundo.

Diz o povo que "só se vive uma vez", que não voltamos cá para repetir a experiência. Se por acaso voltar, ainda corro o risco de reencarnar nalguma beterraba, o que não deve ser uma existência lá muito agitada e preenchida. Por isso, o melhor é fazer planos neeeeeeesta vida e não esperar pela próxima. Quanto mais depressa melhor, que a vida são dois dias! Por isso, bora lá!

Desta lista constam alguns desejos que já foram concretizados e referidos anteriormente no blogue, mas faltava a compilação.

Se por acaso, se concretizarem todos com alguma brevidade, logo penso noutros que me prologuem a estadia mais uns anitos, porque, não sei vocês, mas eu gosto à brava de cá andar.

 Antes de tudo isto terminar gostava de:
- ver os Pink Floyd ao vivo (feito), mas não me importava nada de os ver novamente mesmo velhinhos como estão;
- experimentar um charro em Amesterdão (feito, não fiquei fã);
- ouvir o riff do Satisfaction dos Stones ao vivo e a cores (feito, neste último RIR);
- ver o pôr-do-sol mais maravilhoso deste mundo (feito, em Santorini na Grécia);
- fazer uma Roadtrip pelos EUA sem destino, sem marcações... parando naqueles motéis de estrada, como se vê nos filmes;
- escrever um livro;
- levar os meus netos à escola;
- saltar de pára-quedas (para isso tenho de perder o medo primeiro);
- pisar cada um dos 5 continentes;
- deixar de ter fobia com cobras;
- ver e ouvir, ao vivo e a cores, uma orquestra dirigida pelo enorme Ennio Morricone;
- ter uma tarde ininterrupta de cinema, saindo de uma sala para a outra, non-stop;
- ler novamente o "Crime and Punishment" de Dostoievsky, com outros olhos que não os dos meus 18/19 anos;
- ir a Graceland "ver" o Elvis;
- jantar no Jules Verne da Torre Eiffel;
- visitar a Muralha da China e as pirâmides de Gizé;
- concluir que a minha pré-adolescente se tornou numa adulta que dá valor ao amor e à amizade, e que os mesmos são pilares fundamentais na sua vida.








sexta-feira, novembro 14, 2014

Rubrica Perguntas Absolutamente Incríveis - parte II

Dois amigos encontram um sem-abrigo na rua:
-Vais dar dinheiro a esse gajo?
-Não, estou a devolver-lhe o dinheiro que ele me emprestou na semana passada.

-Também já usas aparelho?
- Não, isto é o novo kit de maquilhagem da Estée Lauder. Sinto-me muito mais fashion desde que o estou a usar.

- Tás aqui?
- Não, sou a réplica clonada da minha pessoa depois de ter sido raptada por aliens durante três dias.


-Tás a ver televisão?
- Não, estou a levantar dinheiro, a convidar o Matthew Mcconaughey para vir cá jantar a casa, e a encomendar um soufflé de chocolate com entrega ao domicílio para daqui a meia-hora, tudo através deste comando. Há coisas fantásticas não há?

- O gajo é gay, a sério?
- Não, às vezes finge só porque o seu sonho desde menino sempre foi ser vítima de bullying pelos colegas da escola e pelos colegas de trabalho...

domingo, novembro 09, 2014

"Como imaginas o funeral dos teus pais?"

Não param as reacções ao anúncio da Fidelidade que pergunta "Como imaginas o funeral dos teus pais?"



Não vejo o grande drama à volta deste anúncio... Ok, confronta-nos com um tema sobre o qual ninguém gosta de falar, mas quantas vezes já ouvimos um amigo dizer qualquer coisa como:
- quando morrer quero ser cremado e que espalhem as minhas cinzas pelo rio Tejo;
- quando morrer gostava que passassem Elvis Presley no meu funeral;
- quando morrer quero rosas brancas; etc.

E se tivermos de tratar do funeral de um ente querido? Porque razão é mais fácil falar da nossa morte do que da morte de alguém que amamos?  Sim, magoa mais do que pensarmos na nossa própria morte.

Mas será "sempre pior para quem cá fica" como garante o anúncio? Não, o mal é sempre de quem vai! Por mais castrador que seja o sofrimento, o mal é sempre de quem deixa de viver e de sorrir! E é só nisto que o anúncio erra! Não é preciso mandar os criativos da Fullsix (responsavéis pelo anúncio) para a fogueira, bolas! Até porque o Halloween já lá vai...

Mais mórdido do que o anúncio da Fidelidade é a proposta da empresa suíça Algordanza Memorial Diamonds. A Algordanza propõe-se a um "funeral" completamente inovador transformando cinzas do nosso ente querido num diamante. Isso mesmo, é possível prestar a devida homenagem transportando os restos mortais no dedo anelar com um diamante de cor azulada disponível em três cortes diferentes.

A propósito da nova rubrica da Limonada, "Perguntas Absolutamente Incríveis", imaginemos o seguinte cenário:
Duas amigas:
-Que lindo o teu anel, foi o teu marido que te ofereceu?
-Mais ou menos, o diamante foi feito com os restos da minha sogra!

Ele há gostos para tudo!





sexta-feira, novembro 07, 2014

Rubrica Perguntas Absolutamente Incríveis!



Filho: Mãe, empresta-me o teu corta-unhas!
Mãe: Para que queres o corta-unhas? 
Filho: É para podar as árvores de fruto no jardim que nós não temos! Daahh!


Mulher a sair de casa:
Marido: Vais assim vestida?
Mulher: Não, são seis e meia da manhã e eu acordei com uma vontade enorme de experimentar a roupa do ano passado! Quem sabe se não terei futuro no travestismo...


Chegando a um restaurante às 20.30h de uma sexta-feira:
Empregado: É para jantar? 
Cliente: Não, vim para passar o fim-de-semana. O Check-out é até que horas?


Mulher ao volante, marido no pendura:
Marido: Vais virar à esquerda?
Mulher: Não, pus o pisca só para ver se sabias o caminho.


Filha sentada no sofá de livro aberto:
Pai: Tás a ler?
Filha: Não, estou a ter sexo tântrico com um futuro Prémio Nobel da Literatura.

Duas amigas num self-service:
-Vais comer isso?
- Não, estou aqui na qualidade de inspectora da ASAE para verificar a validade dos produtos utilizados na confecção desta refeição.



(to be continued, se pedirem muito)