quarta-feira, fevereiro 11, 2015

Quem tem filhos tem cadilhos!

Recado da directora de turma:
Exmo. Encarregado de educação, o aluno hoje sentou-se noutro lugar que não o que lhe foi destinado (conforme planta da sala), e sem pedir autorização. Para além disso, foi por diversas vezes chamado à atenção por estar na conversa com o colega do lado.


Em casa,
Eu: Recebi um recado da directora de turma, a dizer que mudaste de lugar sem pedir autorização... por que é que mudaste de lugar?

Ele: Para conversar melhor.


Solução?
a) Chegar-lhe a roupa ao pêlo;
b) Ficar sem telemóvel e computador no mínimo até ao final do 2º período;
c) Não fazer nada. Quem diz verdade não merece castigo;
d) Nenhuma das anteriores (aceitam-se sugestões!)









11 comentários:

  1. Tive que me rir com a franqueza da resposta :D Estou tentada a responder a C), mas acho que o mais "correcto" deve ser a B) ... nunca gostei de perguntas de escolha múltipla, as hipóteses são traiçoeiras ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes sempre deixar outra sugestão. :-)

      Eliminar
    2. Adolescência é a fase que marca a transição entre a infância e a idade adulta. Com isso essa fase caracteriza-se por alterações em diversos níveis - físico, mental e social - e representa para o indivíduo um processo de distanciamento de formas de comportamento e privilégios típicos da infância e de aquisição de características e competências que o capacitem a assumir os deveres e papéis sociais do adulto.
      Devo fizer que não sei se deva ficar mais preocupado com o comportamento do aluno ou com a atitude do professor. Terá este, sido motivo para um "recado"? Das duas, uma. Capacidade de gestão de conflitos, deficiente..., ou vontade em preocupar a casa do aluno. Veja-se, que: O aluno sentou-se num lugar que não lhe estava planificado. Que fez o professor? Nada! O aluno falou várias vezes! A queixa no entanto, é porque foi chamado a atenção, não porque falou.! Para terminar bem, como não chegava chamar o aluno a atenção, seguiu o recado para casa. Imagem que fica nos alunos: O professor não representa modelo exemplar! Conclusão: A verdade é que o professor está mais preocupado sobre como deve agir, do que propriamente em como agem os seus alunos!

      Eliminar
  2. Sugestão: obrigar a criatura em questão a falar sem parar durante 3 horas (pelo menos). E sim, educar também é sofrer... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lol, Parece-me bem, mas o colega de conversa que o ature durante três horas!

      Eliminar
    2. Assim já não seria castigo!!!! :)

      Eliminar
    3. Para os filhos, tudo o que seja feito por obrigação é castigo ;-)

      Eliminar
  3. Ahaha muito bom! Ao menos é sincero, podia ter inventado uma desculpa qualquer :p

    ResponderEliminar
  4. Opção D: levar a criança à missa no próximo domingo e no final oferecer 1h de confessionário com o Sr. Prior. Repetir todos os domingos enquanto durarem os recados da professora! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahaha, muito bom, Vanessa! Tu tens jeito pra coisa ;-)

      Eliminar
  5. Este tipo de recadinhos sempre me irritaram solenemente! Concordo que nos ponham ao corrente do comportamento dos nossos filhos na escola, tanto o bom como o mau, que a educação começa em casa e que devemos aconselhá-los o mais possível para que se portem como deve de ser mas... na escola o professor deveria ser uma figura de respeito e autoridade, com capacidade de meter os gaiatos na ordem quando necessário! Aceito um recado a avisar que a criança teve esta ou aquela atitude e que foi castigada ou recompensada desta ou daquela forma, agora mandarem-me recados a descartarem-se da responsabilidade de um castigo ou ralhete... é simplesmente ridículo!

    ResponderEliminar

Diz o que te vai na alma