terça-feira, dezembro 09, 2014

Jennifer Lawrence está poderosa no "Serena" de Susanne Bier

Hoje estou uma língua solta que não se aguenta!
Já vai para o terceiro post num único dia, estou imparável! Não me podem dar feriados que eu fico assim...

Vim aqui só para vos dizer que a Jennifer Lawrence está poderosa no "Serena" de Susanne Bier. Aliás, a personagem é tudo menos serena.

Desde que vi a Jennifer em "Despojos de Inverno" passei a ter um respeito enorme por esta miúda. Não é apenas uma carinha laroca de Hollywood, não é mais uma Julia Roberts (e eu até gosto da Julia Roberts). Esta miúda tem um potencial enorme, e tem-no revelado nas suas personagens de mulheres com carácter, fortes e lutadoras, apesar de um tanto ou quanto tresloucadas ou reveladoras de alguma perturbação.

Esta Serena é a personificação da mulher que não olha a meios para atingir fins, que luta para conseguir o que quer, e que não está habituada a perder. A história de uma mulher que teria todos os atributos (jovem, sexy, inteligente, trabalhadora), e condições para ser uma mulher realizada, mas cujos desgostos da vida a empurram para um precipício que insiste em desafiar em vez de se afastar. Em vez de se refugiar e consolar com o tanto que tem, desconstrói-a não saber lidar com aquilo que não pode ter. E é esse o seu fim, é isso que a destrói!

Se o desenrolar da história está "batido" e "mais do que visto" em Hollywood, o mesmo não se pode dizer das interpretações de Jennifer Lawrence e Bradley Cooper.

Na minha opinião, a não perder.

Trailer do Filme

5 comentários:

  1. O filme tem uma cadência uma bocadinho “serena” demais, mas sem dúvida que o desempenho da Jennifer Lawrence é fantástico.

    ResponderEliminar
  2. Só para dizer antes que seja tarde, o linque dos teus comentarios nãovem dar ao blogue mas sim ao google e através do google não se chega aqui.
    Kis:=)
    Pronto, já nem ssei o que ia dizer, mas tb nao importa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aí é? Obrigada pela dica. E como é que eu altero isso?

      Eliminar

Diz o que te vai na alma